Dicas para compras online

  1. É direito do consumidor ter acesso às informações sobre a empresa com quem está negociando. O site deve conter o nome empresarial e número de inscrição do fornecedor (CPF ou CNPJ), além do endereço físico e eletrônico e demais informações necessárias para sua localização e contato. É recomendado ligar para confirmar todos os dados.
     
  2. É obrigação dos sites de vendas eletrônicas disponibilizarem todas as informações e condições que estão sendo contratadas. É importante analisá-las antes da confirmação e também guardá-las em caso de problemas posteriores. Salve todos os dados da compra, como o nome do site, produtos pedidos, valor pago, forma de pagamento e número de protocolo da compra ou do pedido, se houver.
     
  3. A segurança deve ser um dos pilares das transações eletrônicas, por isso é obrigação do fornecedor utilizar mecanismos de segurança eficazes para pagamento e para tratamento de dados do consumidor. Para verificar a segurança que um site oferece no momento da transação, cheque se no canto inferior da tela há um cadeado ou chave. Verifique se o antivírus instalado no seu computador está atualizado, bem como os programas de monitoramento contra spywares e firewall.
     
  4. Não forneça nenhuma informação além daquelas solicitadas pelo site na hora das transações.
     
  5. Verifique os procedimentos de reclamação, devolução de produto, prazo de entrega, entre outros.
     
  6. Não faça operações online de compra ou quaisquer operações bancárias em lan houses ou cybercafés, pois pode ocorrer o furto de senhas ou dados de cartão de crédito.
     
  7. Por último desconfie de preços e vantagens excessivamente díspares da concorrência.